Obrigada pela visita! Thank you for your visit! Kiitos käynnistä!

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Título em branco.

Ouço falar da liberdade
De entender quem sou
E ao encarar a verdade
Ela já me condenou.

Transcender a existência
De todo o impensado
Revelando a essência
Do que está enraizado.

E descubro que ser
Não é apenas estar
Quando deixo de viver
Para apenas constar.

Em um mundo incoerente
Só há espaço para existir
Quando tudo é diferente
Do padrão que é omitir.

Como devo me encaixar
Em estereótipos tão vagos
Quando até mesmo amar
Já surge em moldes quadrados?

Assim como acontece na poesia,
Os versos fluem sem explicação
E o título sempre é uma nefasta cortesia
Difícil de caber no branco vão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...