Obrigada pela visita! Thank you for your visit! Kiitos käynnistä!

sábado, 11 de junho de 2011

"Rabisco o verso de uma folha
Como o vazio de meu coração que se mantém
Deixo feridas em quem mais me quer bem
Não consigo mais, morreu em mim, mataram-me também
E meu sangue ainda pulsa frio
Cheio da mais degradada cor, neste corpo doentio."

30/05/2011
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...