Obrigada pela visita! Thank you for your visit! Kiitos käynnistä!

sábado, 24 de novembro de 2012

Lástimas de uma canção qualquer


Entorpecida pela música
Que pelos meus ouvidos faz vibrar
No fundo d’alma  um sentimento
Sem nome, ou cor, ou paladar
Fazendo esvanecer qualquer pensamento...
- E o coração a desvairar.

Sutilmente dança pelo sangue,
Pelas veias percorre  meu corpo inteiro,
Nos olhos se tornam lágrimas a correr.
Ao fundo ouço a chuva; o cheiro
Do ar gélido, da noite, do viver...
-Insistente na vasta solidão.

Ah, se ao menos esta canção
Pudesse traduzir ao certo
Cada sussurro, cada lembrança
Das vezes que ao menos cheguei perto
E abstive toda a esperança...
-Contida, absoluta, fadada.

Soberano e traiçoeiro,
Por que me enlaças novamente?
Talvez gostes de ver se sei os passos
Da tua dança cruel e envolvente.
Ou ainda queiras saber se os laços
De tua vilosidade estão fortes...
- O laço – a música – minha condenação.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...